Atendimento
(47) 3326-9090

12 mitos e verdades que você precisa saber sobre clareamento dental

Blog

10/11/2017 0 Comentário(s)


12 mitos e verdades que você precisa saber sobre clareamento dental

Com o passar dos anos, devido aos nossos hábitos e alimentação, nosso sorriso tende a ficar mais amarelado e manchado. Por isso, o clareamento dental muitas vezes é a melhor opção. Porém, antes de tomar qualquer decisão, é fundamental atentar-se a alguns mitos e verdades sobre o assunto.


1 - O clareamento dental provoca enfraquecimento dos dentes?


Não, pois a ação do gel é apenas na dentina do dente, que é a última camada de esmalte do dente. Sendo assim não enfraquece os dentes, mas em alguns casos pode causar sensibilidade.


2 - A partir de que idade pode ser feito o clareamento dental?


A partir dos 15 anos, em média.


3 - Quanto tempo dura um clareamento dos dentes?


Um clareamento dura em média 1 à 2 anos. Porém, varia do cuidado que o paciente tem. Os dentes naturalmente escurecem com o passar dos anos. A ingestão de refrigerantes, cafés, vinhos (tinto, causa manchas escuras e branco é muito ácido e pode causar sensibilidade), podem acelerar o processo de escurecimento natural dos dentes.


4 - Posso fazer o clareamento dental sem consultar o dentista?


Não é recomendado, pois o seu dentista precisa avaliar a sua cor atual, e também fazer o acompanhamento do processo do clareamento.


5 - Quais são as técnicas disponíveis para clarear os dentes?


O método caseiro dura em média 2 semanas, dependendo da intensidade do gel e da quantidade de sessões realizadas por dia. Já o clareamento realizado no consultório depende muito da tonalidade inicial do dente a partir da escala de cores, e qual a cor que deseja-se chegar.


6 - Bicarbonato de Sódio ajuda a clarear os dentes?


O Bicarbonato de sódio em pó é uma substância altamente abrasiva, que funciona como um “esfoliante” nos dentes. Quando usamos essa substância junto com a escovação, ela realmente ajuda a remover placa bacteriana, sujeira e até algumas manchas do dente, dando a sensação de que ele ficou mais branco. Mas na verdade, os dentes estão apenas mais limpos do que de costume.


Por conta da sua propriedade abrasiva, o uso contínuo do Bicarbonato com intuito de clareador resulta em corrosão no esmalte dos dentes, provocando sensibilidade dentária e fazendo com que o dente fique mais suscetível a infecções, e até mais propenso a manchas. O produto também pode alterar o pH da boca e provocar erosão ácida, que causa hipersensibilidade dentária e alteração na estrutura e forma dos dentes.


7 - Quem faz clareamento dental não pode tomar café, chá, mate, vinho e refrigerantes à base de cola?


Durante o clareamento é indicado evitar pois, além de conter corantes e manchar os dentes no decorrer do clareamento, alguns são abrasivos e podem causar sensibilidade. Após a estabilização de cor do dente (+- 6 dias), pode-se voltar a ingestão, porém, quanto mais cuidar da alimentação mais tempo o clareamento “dura”.


8 - O clareamento dental sensibiliza os dentes?


Depende muito de pessoa para pessoa. Têm pacientes que não sentem nenhum desconforto, e alguns que sentem logo na primeira sessão. Mas, para os pacientes que têm algum tipo de sensibilidade, temos à disposição hoje em dia gel dessensibilizante, que é usando uma semana antes do início do clareamento, despolarizando as membranas das fibras nervosas e bloqueando a passagem do estímulo, reduzindo a hipersensibilidade dentária.


9 - Alguns cremes dentais funcionam como tratamento para clarear os dentes?


Não. Existem cremes dentais que prometem clareamento, mas na verdade eles apenas auxiliam na limpeza mais profunda, pois os cremes dentais clareadores tem uma quantidade maior de abrasivos, o que gera um polimento mais profundo, limpando a sujeira de fora do dente, dando a impressão de mais branco. O componente clareador dor géis é o peróxido de hidrogênio, e este não pode ser inserido na composição química dos cremes dentais pois perde a estabilidade quando entra em contato com as outras substâncias presentes nos cremes dentais químicos.


10 - O clareamento dental pode proporcionar um resultado artificial?


As pessoas têm uma ideia errada do clareamento, acham que o dente vai ficar extremamente branco após o procedimento. Mas não é bem assim. O nosso dente tem uma matriz (uma cor) que pode ser branca, amarela, cinza e marrom avermelhada. Cada matriz tem um croma, que é o que determina a quantidade de pigmentos da cor original do dente. O clareamento não muda a matriz. Ou seja, um dente que pertence à matriz cinza nunca vai ficar extremamente branco como o dente de quem tem a matriz branca e o menor nível de croma. Ele vai clarear e chegar ao menor nível de pigmentos da sua cor. Uma alternativa para quem quer ter os dentes bem branquinhos, mas não fica satisfeito com o clareamento, é optar por trabalhos em cerâmica/porcelana.


11 - A longo prazo, o clareamento pode ser prejudicial à saúde dos dentes?


Quando usado de forma exagerada sim, pois pode desenvolver desmineralização (que é a perda de minerais importantes, como flúor e cálcio) que causa corrosão no esmalte do dente e eventualmente cárie. Além de retração gengival, se não houver o cuidado de não ter contato do gel com a gengiva.


12 - Clareamento provoca câncer?


Não. Os fatores que podem levar ao câncer de boca são idades superiores a 40 anos, vício de fumar cachimbos e cigarros, consumo de álcool, má higiene bucal e uso de próteses dentárias mal ajustadas.

Comentários


  • Nenhum comentário no momento, seja o primeiro a comentar.
Deixe seu comentário Voltar
Blumenau / SC - Fone: (47) 3326-9090